Fechar

logo

Fechar

Partidários são acusados de tramarem para inviabilizar a candidatura do PT em João Pessoa

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 9 de outubro de 2020 às 8:11.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

“Eles passam o dia todinho só conspirando contra nós, combinando o que fazer e cada dia é uma medida para inviabilizar a nossa candidatura”. Assim reagiu o candidato a prefeito de João Pessoa pelo PT, Anísio Maia, sobre a possibilidade de haver uma intervenção no partido da Capital pela direção nacional por não desistir da candidatura e resistir à aliança com o PSB de Ricardo Coutinho.

Segundo Maia, os ataques estão sendo muito bem pensados, mas “eles” sabem que não tem jeito e que vão perder na Justiça todas as ações, mas ficam pensando diariamente em algo para prejudicá-lo.

“Eu acho que nossa candidatura tem algum motivo para fazer tanto medo. Mas eu quero dizer que os filiados e os diretorianos, cada vez que ocorre uma ação dessa, ficam mais revoltados e mais indignados e fica difícil manter diálogo”, avaliou.

Maia disse ainda que a perseguição tem sido grande e rechaçou a acusação da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, que o acusou de estar a serviço do governador João Azevêdo (Cidadania) e da direita para atacar Ricardo Coutinho.

“Eu não tenho medo. Os petistas crescem na dificuldade. Eu já fui processado sete vezes pela ditadura militar porque lutava pela democracia no Brasil e, pra mim, essas coisas todas não representam nada”, reagiu o candidato.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube