Fechar

logo

Fechar

Padre pessoense mentiu sobre desaparecimento, diz polícia

Da Redação. Publicado em 26 de outubro de 2020 às 15:34.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

De acordo com informações da Polícia Civil, o padre José Gilmar, pároco da Paróquia de Santa Terezinha, em João Pessoa, afirmou ter forjado o desaparecimento com a pretensão de cometer suicídio, após ser vítima de extorsão.

Durante as investigações, a Polícia teria percebido que não havia indícios de sequestro no caso, mas mesmo assim o tempo de apuração foi estendido, constatando a farsa.

Gilmar teria ido, na verdade, ao Litoral Sul da Paraíba para tentar suicídio se afogando no mar. No entanto, não conseguiu realizar o ato, e voltou para o carro, onde orou por dois dias sozinho até ser encontrado.

Logo, o inquérito por desaparecimento foi dado por encerrado, iniciando as investigações dessa nova versão, além de um inquérito para apurar a informações sobre a suposta extorsão.

O pároco será indiciado por falsa comunicação de crime.

Vale lembrar que Gilmar sumiu no último dia 13, chegou a enviar uma mensagem com a palavra ‘socorro’ para um amigo e só foi encontrado três dias depois já com a informação que tinha sido sequestrado.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube