Fechar

logo

Fechar

Cantora Ludmilla responde vereadora pessoense após ser chamada de “maconheira”

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 8 de outubro de 2020 às 11:16.

Foto: Montagem/Reprodução

“Ué gente! Desde quando chamar alguém de maconheiro é xingamento? O que eu tenho certeza é que usar a imagem indevida de outras pessoas dá processo”, foi como reagiu pela rede social a cantora Ludmilla em resposta à vereadora Eliza Virgínia (Progressista), de João Pessoa, que se mostrou indignada com repasse de recursos federais a cantores que ficam nus na internet e que fumam maconha, se referindo à cantora.

A vereadora, que é evangélica, vez por outra se envolve em polêmica com o segmento LGBT entre outros fatos que não seguem o conservadorismo pregado por ela na Câmara Municipal de João Pessoa.

A polêmica com a cantora carioca aconteceu quando da votação da lei que autorizou a distribuição de R$ 5,6 milhões previstos na Lei Aldir Blanc para atender a classe cultural da Capital.

Eliza se mostrou reticente sobre quem iria receber o auxílio, se seriam artistas de verdade ou para quem ela acredita não ter respeito com a arte.

“Eu espero que este auxílio seja pago aos verdadeiros artistas e não a artistas que ficam nus nos museus ou a artistas que fumam maconha, como a maconheira da Ludmilla. Esse tipo de artista não merece receber auxílio emergencial do governo”, disse a vereadora durante a sessão virtual.

Em outra postagem Ludmilla destacou: “A única coisa que essa xana murcha vai ser eleita é a chacota de 2020. Kkk”.

Até então, a vereadora Eliza Virgínia não se pronunciou sobre as postagens da cantora.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube