Fechar

logo

Fechar

Supremo desloca processos contra dois ex-presidentes do MDB

Da Redação. Publicado em 9 de setembro de 2020 às 20:38.

Foto: Divulgação/Senado Federal

Foto: Divulgação/Senado Federal

Sem a presença do ministro Celso de Mello (afastado para tratamento médico), a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal virou ´sonho de consumo´ dos que lá estão sendo processados.

Os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram para deslocar da Operação Lava Jato de Curitiba (PR) para a Justiça Federal de Brasília as ações dos encrencados ex-senadores do MDB (e que presidiram nacionalmente o partido) Romero Jucá e Valdir Raupp.

Carmen Lúcia e Edson Fachin votaram em sentido contrário.

Mas, conforme o regimento interno do Supremo, em casos de natureza penal o empate beneficia o acusado. 

A dupla de ex-senadores é acusada (no escândalo do ´Petrolão´) de corrupção e lavagem.

*Com informações da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza

Leia a coluna desta 4ª feira completa aqui:

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube