Fechar

logo

Fechar

Secretário de Saúde de Campina Grande rebate Geraldo Medeiros: “Não admito”

Da Redação com Ascom. Publicado em 15 de setembro de 2020 às 8:46.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

O secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul, recebeu com indignação as declarações feitas pelo secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, durante uma convenção partidária do Podemos/CG.

Geraldo afirmou que a Secretaria Municipal de Saúde recebeu grande aporte financeiro e que não estruturou as unidades hospitalares da cidade durante a pandemia.

“Campina Grande é uma referência no trabalho de contenção da pandemia para o Brasil inteiro. Nossa estruturação da rede hospitalar é um exemplo. Não admito, em hipótese alguma, que o secretário diga isso sobre o nosso trabalho. Se não fosse o poder público municipal, a rede de atendimento teria entrado em colapso em Campina Grande, caso fôssemos esperar pelo Governo do Estado, que só abriu os leitos do Hospital de Trauma após muita pressão do Ministério Público. Sem falar no tão ‘badalado e vultuoso’ Hospital das Clínicas, que até o presente momento não mostrou para o que veio”, rebateu Filipe Reul.

No Hospital Municipal Pedro I, referência no tratamento da Covid-19, foi criado um hospital de campanha, construído pela Prefeitura Municipal de Campina Grande. No total, o hospital tem 96 leitos de enfermaria 50 de UTI.

Também foram abertos leitos no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea), no Hospital da Criança e do Adolescente e no Hospital Universitário (HU). A Secretaria Municipal de Saúde também contratualizou leitos na rede privada, de forma suplementar, nos hospitais João XXIII e Antônio Targino. No total, são 272 leitos SUS geridos pelo município e 88 da rede particular.

Sobre a declaração de que a Secretaria de Saúde tem pessoas não técnicas e sem experiência na gestão, Reul também rebateu.

“Enquanto o secretário estadual de Saúde pregava o caos e o pânico nas pessoas, afirmando que haveria uma tragédia em Campina Grande, com inúmeras mortes, eu trabalhei e continuo trabalhando para salvar vidas e, graças a Deus, temos atingido nosso objetivo. Tenho experiência em gestão pública desde 2010 e comecei a atuar em saúde pública desde 2013. Também busquei me especializar na área e cuidei da saúde do município durante a pandemia sendo reconhecido pela cidade pela boa gestão”, disse Filipe Reul, que foi apontado em pesquisa popular como o secretário mais atuante do governo.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube