Fechar

logo

Fechar

Vereadores de João Pessoa aprovam voto de repúdio a cantor paraibano

Da Redação. Publicado em 13 de agosto de 2020 às 22:36.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

O voto de repúdio ao cantor paraibano Chico César de autoria da vereadora Eliza Virgínia (Progressistas), foi aprovado por unanimidade, pelos demais parlamentares da Câmara Municipal de João Pessoa durante sessão remota desta quinta-feira (13). A aprovação contou até com os votos de vereadores, que não concordam com as ações da progressista, mas  passaram batido na contagem de votos.

É que a música intitulada “Bolsomínio são demônios”, composta por Chico César, na qual ele contesta os eleitores do presidente da República, Jair Bolsonaro e é acusado de incitar a intolerância religiosa por falar que eles vão a cultos, gerou polêmica e revolta entre os eleitores e evangélicos, assim como a vereadora Eliza Virgínia que é evangélica e não gostou nadinha da letra da música do cantor.

Para a vereadora, é chegada a hora de os cristãos protestarem contra certos insultos, desrespeitos e ofensas e por mais que o cantor seja famoso, ele errou.

“Eu não iria deixar passar. Pode ser o cantor famoso que for, se vier vilipendiar, insultar e ofender as pessoas que vão para os cultos, não vai ficar por isso mesmo. Ele chamou de demônio 57 milhões de brasileiros que votaram em Bolsonaro, isso não pode ficar assim”, destacou.

Eliza Virginia avisou ainda que a punição ao cantor não vai ficar só no voto de repúdio da Casa Legislativa e que o cantor Chico César pode esperar que ela vai acionar a justiça pelo ato que ele cometeu contra os eleitores do presidente e contra os evangélicos.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube