Fechar

logo

Fechar

Romero sobre o São João: Seria uma insanidade voltar ao modelo anterior

Da Redação*. Publicado em 5 de agosto de 2020 às 13:13.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

Durante entrevista concedida à Rádio Campina FM, o prefeito Romero Rodrigues falou a respeito do cancelamento do Maior São João do Mundo, anunciado na última semana. Ele disse que tomou a decisão com muita tristeza, pois desde o ano passado o evento estava sendo planejado e os números de 2019 foram impressionantes.

Mas, para ele, diante da pandemia, do cancelamento de outros grandes eventos do país, como o Réveillon do Rio, e o carnaval em algumas cidades, não poderia deixar de fazer também em Campina Grande, uma vez que a prioridade é resguardar a saúde da população.

– O trade turístico da cidade aplaudiu reconhecendo a grandiosidade da festa e já tínhamos lançado a versão de 2020 em São Paulo para todas as agências de turismo do país. Já tínhamos feito a divulgação da programação, como forma de nos anteciparmos, mas Deus não permitiu e por isso não estamos chateados. Fiquei triste diante do grande esforço que já tínhamos feito, mas ainda não existe uma vacina e a prioridade é preservar as vidas – lamentou.

Com relação ao modelo de parceria público-privado criado pelo prefeito e que foi realizado nas últimas três edições do São João campinense, Romero disse que este foi bem-sucedido e que trouxe uma economia de pelo menos R$ 8 milhões aos cofres públicos.

Além disso, o evento cresceu ainda mais em estrutura e qualidade, e o pagamento dos artistas, seja de renome ou trios de forró, era feito um dia antes de se apresentar em um dos palcos do Maior São João do Mundo, o que garantiu que nenhum deixasse de receber os cachês.

– Meu período de administração se limita apenas a esse ano e, quem me suceder, vai decidir se mantém esse modelo ou volta para o anterior. Mas, na minha humilde opinião, se retroagir é uma insanidade no aspecto financeiro e administrativo – disse.

Por fim, e ainda na área de eventos, o prefeito campinense disse que quer que a licitação para a iluminação natalina esteja pronta em poucos dias para ao final do mês de setembro já dar início à montagem e ser inaugurada no dia 11 de outubro, data em que se comemora a emancipação política da cidade.

A antecipação, de acordo com ele, poderá trazer um clima de esperança aos campinenses, o que pode aumentar as vendas no comércio local e o consumo nos bares e restaurantes da cidade.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube