Fechar

logo

Fechar

Prefeito de João Pessoa ´triplica´ a aposta nas eleições municipais

Da Redação. Publicado em 2 de agosto de 2020 às 16:56.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Na eleição de 2014, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), às vésperas das convenções partidárias, protagonizou uma reaproximação com o então governador Ricardo Coutinho (PSB) que resultou no inesperado lançamento de seu irmão Lucélio Cartaxo como candidato ao Senado.

Quase leva a vaga do senador José Maranhão.

No pleito de 2018, depois de muita (aparente) hesitação sobre a sua desincompatibilização do cargo para concorrer ao governo estadual, Luciano permaneceu na PMJP, celebrou uma aliança com o prefeito Romero Rodrigues e lançou novamente Lucélio, dessa vez para o governo estadual.

Numa campanha na qual só se falava sobre a sucessão presidencial (e a facada sofrida pelo então presidenciável Jair Bolsonaro), a eleição para governador foi ´morna´ e João Azevedo levou já no 1º turno, desfrutando do prestígio do então fortalecido padrinho político Ricardo Coutinho.

Luciano oficializou (esta semana) o nome de sua ex-secretária de Educação Edilma Freire para concorrer pelo PV à sua sucessão, o que representa outra aposta “alta” de sua parte.

Sem emissão de qualquer juízo de valor acerca das qualidades e características da escolhida, o fato é que Edilma é a de menor visibilidade e a que aparenta ter menor afinidade com o ambiente político e popular, entre os postulantes do PV.

O prefeito de JP colocou em jogo a sua capacidade de transferência de popularidade (e de votos); a capilaridade da estrutura administrativa e funcional da PMJP; e decidiu arriscar sair da urnas este ano como uma inquestionável liderança regional, cacifada para o embate estadual de 2020.

*com informações da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza e pubicada no paraibaonline.com.br

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube