Fechar

logo

Fechar

MPPB divulga serviços para pessoas em sofrimento psíquico

Ascom. Publicado em 31 de agosto de 2020 às 19:51.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

“Eu te Acolho” é a mensagem que o Grupo de Trabalho de Prevenção e Posvenção ao Suicídio — coordenado pelo Ministério Público da Paraíba e integrado pelo Ministério Público Federal e vários órgãos ligados à temática — pretende massificar, neste “Setembro Amarelo”.

A ideia é divulgar às pessoas em sofrimento psíquico e com ideação suicida que existe uma rede de cuidados em saúde mental para apoiá-las e tratá-las e que o MP está atuando para que os serviços sejam instalados e fortalecidos e o acesso a eles seja ampliado.

A campanha também quer chamar a atenção da sociedade para que seja mais empática em relação a quem tem depressão e outros transtornos psíquicos, para que sejam ajudadas nos seus ciclos de convivência.

Além dos órgãos ministeriais (MPPB e MPF) integram o GT os conselhos de Medicina e Psicologia da Paraíba, as secretarias estadual e municipal de Saúde, a Residência Médica em Psiquiatria da Universidade Federal da Paraíba, a Residência Multiprofissional em Saúde Mental, o Corpo de Bombeiros e o Centro de Valorização da Vida – CVV.

“Neste mês de setembro, quando nos voltamos mais para a discussão sobre o fenômeno do suicídio, estamos dizendo ‘Eu te acolho’ às pessoas que têm ideações suicidas, àquelas que já tentaram tirar a própria vida e aos seus familiares. Conclamamos toda a sociedade para se se engajar nessa campanha de valorização da vida. Não devemos romantizar o suicídio, nem criticar os tentantes. Temos que oferecer às famílias enlutadas e às vítimas de autoagressão o tratamento de saúde adequado”, explicou a promotora de Justiça do MPPB, Jovana Tabosa.

O procurador da República, José Guilherme Ferraz ressaltou a atuação do Ministério Público na Paraíba (MPPB e MPF) para garantir que a rede pública esteja preparada.

“É preciso garantir a estrutura para receber as pessoas em situação de transtorno e adoecimento mental, por meio da rede ambulatorial, dos centros de Atenção Psicossocial locais e, por meio, inclusive, de leitos em hospitais da rede SUS. Já existe, inclusive, o compromisso do município de João Pessoa ampliar a oferta desses leitos (psiquiátricos, em hospitais gerais), para que os cidadãos, inclusive, aqueles que eventualmente tentaram o suicídio, possam encontrar a terapia adequada para se restabelecer”, destacou.

A campanha

A Campanha Setembro Amarelo é realizada, anualmente, durante o mês inteiro, em alusão ao Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro).

Este ano, o GT coordenado pelo Ministério Público vai usar suas redes sociais e espaços na imprensa local para divulgar os serviços disponíveis e aprofundar a discussão sobre o suicídio.

Os integrantes do grupo acreditam que uma das formas de enfrentamento às mortes auto provocadas é falar sobre o problema e disponibilizar meios para que as pessoas tenham acesso ao tratamento. Segue abaixo, alguns serviços disponibilizados à população:

Serviços de acolhimento e tratamento para pessoas em sofrimento psíquico:

CVV – Disque 188 ou acesse cvv.org.br (funciona 24 horas)

Corpo de Bombeiros – Disque 193 (para emergências/tentativas de suicídio)

Projeto de Suporte Psicológico – WhatsApp: (83) 99146-2469

Ambulatório de Saúde Mental Gutemberg Botelho – Rua: Dom Pedro II, 1826 – Torre/ João Pessoa | Contato: (83) 99108-2895

Caps Regional AD III Jovem Cidadão – Rua Safra Said Abel da Cunha, 326 – Tambauzinho/ João Pessoa | Contato: (83) 3218-5902

Espaço de Atenção à Crise/Serviço de urgência e emergência – Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira | Endereço: Rua: Dom Pedro II, 1826 – Torre/ João Pessoa | Contato: (83)3211-9820

Caps III Caminhar – R. Paulino Santos Coelho, s/n Bairro: Jardim Cidade Universitária – fone: 3218 – 5914 / 7008. Atendimento 24 hrs, demanda espontânea e referenciada (referencia inicial para o suicidio acima de 18 anos).

Caps III Gutemberg Botelho – Av.: Minas Gerais,409, Bairros dos estados fone:3221-6700. Atendimento 24 hrs, demanda espontânea e referenciada.

Caps-AD III David Capistrano – Localizado: R:.José Soares, s/n bairro: Rangel – fone: 3218 – 5244. Atendimento 24 hrs, demanda espontânea.

Caps i Cirandar – R: Gouveia Nóbrega, s/n bairro: Roger – fone: 3214 – 6079. Atendimento segunda a sexta das 8:00 as 17:00 hrs, demanda espontânea e referenciada ( referencia para o suicídio até 18 anos).

Complexo Hospital Municipal Tarcísio Burity – Ortotrauma: R.: Agente Fiscal Jose Costa Duarte, s/n – fone: 3214-3291 (atende demanda de urgência e emergência – 24 horas).

Pronto de Atendimento de Saúde Mental – Pasm – R. Agente Fiscal Jose Costa Duarte, s/n – fone; 3214-3291 (atende demanda de urgência e emergência – 24 horas).

Hospital Municipal Valentina de Figueiredo: Av. Mariângela Lucena Peixoto, Valentina I, fone – 3218-9404 (atende demanda infanto-juvenil até 14 anos).

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube