Fechar

logo

Fechar

Secretário diz que retenção de recursos foi ocasionada por culpa da própria FAP

Da Redação*. Publicado em 9 de julho de 2020 às 12:12.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul, falou nesta quinta-feira (9) sobre o hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) não receber repasse de emendas parlamentares pela Prefeitura Municipal de Campina Grande.

Com o problema da falta de repasse no valor de R$ 4 milhões, os médicos anestesistas estão sem trabalhar na unidade hospitalar.

Segundo Filipe, o repasse das emendas não foi realizado por causa do plano de trabalho que não foi entregue pela FAP.

– Na verdade, existem emendas pendentes para repassar para a FAP. No entanto, eu e Derlópidas viajamos juntos ao Ministério da Saúde para sanar dúvida de como seria esse repasse em fevereiro deste ano. Após toda esta formalização, a FAP demorou a entregar o plano de trabalho para a gente e agora veio regularizar a questão das certidões, que também estavam faltando. Os processos estão prontos para fazer o repasse e acredito que esta semana ainda a secretaria vai fazer – concluiu.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube