Fechar

logo

Fechar

Professora analisa ensino a distância durante a pandemia e retorno das aulas

Da Redação*. Publicado em 7 de julho de 2020 às 12:04.

Foto: novaescola.org

Foto: novaescola.org

A professora Sônia Matias fez uma avaliação sobre o atual cenário da educação em tempos de pandemia, com o estímulo da educação a distância. Ela explicou que é necessário ter a ciência de que nem todos os alunos têm as mesmas condições de acesso às aulas remotas e nem sempre o processo de aprendizado vai atingir o esperado, tendo em vista inúmeras dificuldades econômicas, familiares e emocionais.

– Nem todos têm a mesma oportunidade, nem o mesmo acesso. Não sabemos como está esse ambiente. Esse ensino ficou muito difícil, porque temos que priorizar muito pouco do que a gente oferta no presencial. Existem caminhos, mas caminhadas diferentes – disse.

Sônia destacou que os professores da rede pública têm demonstrado um grande interesse em levar a educação aos alunos. Ela frisou que alguns professores estão indo até a residência dos alunos para levar materiais importantes de estudo.

Segundo Sônia, alguns professores têm utilizado a ferramenta Google Classroom para lecionar de forma remota, mas muitos utilizam outros meios, como Facebook, WhatsApp e outras redes sociais para se comunicar e passar conhecimento para os alunos.

– Vejo no professor da escola pública uma vontade muito grande de fazer educação – enfatizou.

A professora lembrou, durante entrevista à Rádio Caturité FM, que é necessário se atentar para a disparidade de condições dos alunos que estão no terceiro ano do Ensino Médio e vão prestar o Enem. Ela citou que muitos alunos da rede particular seguem tendo acesso a simulados, mas não é possível ter certeza se esses resultados condizem com o aprendizado do aluno, já que ele responde às questões sem o acompanhamento de um professor.

A respeito da possibilidade de retorno das aulas, Sônia afirmou que apenas os estados de São Paulo e Minas Gerais têm protocolos definidos. Ela disse que há uma grande ansiedade e angústia sobre o assunto de retorno, pois, segundo ela, será preciso aprender a conviver com o novo coronavírus de forma segura para os professores e para os alunos.

Sônia frisou que ainda não há nada definido sobre a volta às aulas em Campina Grande, mas disse que as escolas privadas já preparam os seus protocolos, na perspectiva de percentual de alunos e outras medidas de distanciamento e segurança social.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube