Fechar

logo

Fechar

Pré-candidato à PMCG tece críticas sobre a saúde municipal

Da Redação. Publicado em 9 de julho de 2020 às 17:23.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Em entrevista concedida à Rádio Campina FM nesta quinta-feira, 9, o pré-candidato à prefeitura de Campina Grande pelo PSL, empresário Artur Bolinha, teceu sérias críticas à gestão da Saúde do governo Romero Rodrigues (PSD).

De acordo com o empresário, Campina Grande necessita de um melhor gerenciamento da pasta de Saúde e afirmou que a rede hospitalar do município não atende às necessidades da população.

– A saúde de Campina tem uma deficiência no atendimento pela condição de trabalho dos servidores e um tratamento inexistente de médicos que possam atender ao sistema de saúde. Campina Grande não dispõe de uma unidade hospitalar a altura da cidade, por isso defendo a construção do Hospital Geral de Campina Grande, que contemplará maternidade, pediatria, hospital da mulher, emergência, cirurgias eletivas e centro de diagnóstico. Esse hospital será um divisor de águas – afirmou.

Além disso, Bolinha anda criticou o não repasse de verbas para o hospital da FAP, que acarretou na paralisação dos médicos anestesistas e, por sua vez, resultou no adiamento de cirurgias para os pacientes que estão em tratamento de câncer.

– Essas pessoas que tiveram suas cirurgias adiadas, poderão ter complicações nos seus quadros, pois a doença não espera. Você tem um problema sistêmico na saúde e não justifica isso acontecer. Campina Grande é uma das cidades que mais recursos recebe para investir na saúde, e isso não é de hoje – declarou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube