Fechar

logo

Fechar

Sindicalista fala sobre veto parcial em projeto de redução de mensalidades escolares

Da Redação*. Publicado em 2 de junho de 2020 às 12:23.

Foto: Leonardo Silva/Paraibaonline

Foto: Leonardo Silva/Paraibaonline

O diretor do sindicato que representa as escolas particulares de Campina Grande, Paulo Loureiro, afirmou que o veto parcial do governador João Azevêdo (Cidadania) ao projeto aprovado pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que isenta as escolas que estão praticando ensino remoto da redução das mensalidades beneficia boa parte das escolas, mas prejudica aquelas instituições que não conseguiram realizar ensino remoto durante a pandemia.

Segundo Paulo, cerca de 80% das instituições de ensino básico da rede particular de Campina Grande conseguiram adotar o método de ensino remoto.

– O veto isenta as escolas que estão praticando a educação remota de se obrigarem a conceder descontos, preservando os contratos iniciados no início do ano letivo – enfatizou.

Ele frisou, durante entrevista à Rádio Caturité FM, que não há previsão para a retomada das aulas presenciais, tendo em vista que nem mesmo em estados onde já se fala sobre plano de retomada, nenhum horizonte a respeito da educação foi apontado.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube