Fechar

logo

Fechar

Ex-professor da UFCG está cotado para assumir o Ministério da Educação

Da redação com Folhapress. Publicado em 30 de junho de 2020 às 17:54.

Foto: Mackenzie

Foto: Mackenzie

Entre os nomes mais cotados para o cargo de ministro da Educação, está Sérgio Sant’Ana. Ele é quem tem ligação mais estreita com seguidores do escritor Olavo de Carvalho, influente no governo Bolsonaro.

Além disso, também é próximo do setor privado de ensino superior. Antes de ingressar no MEC, foi advogado de grupos educacionais.

Além deles, o professor Gilberto Garcia também surge como opção. Garcia foi presidente do CNE, reitor da Universidade Católica de Brasília e da Universidade São Francisco (SP), onde leciona atualmente.

Colabora com a campanha a favor de Garcia o fato de ele ser pardo e frei, além de contar com boa articulação com o setor educacional e com políticos.

O núcleo militar passou a defender também o nome do professor Marcus Vinicius Rodrigues, ex-presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), que ajudou na transição do governo.

Com a possibilidade de uma mudança, deputados e senadores passaram a apoiar que a pasta seja comandada por um parlamentar. O nome favorito no Poder Legislativo é o do senador Rodrigo Pacheco (DEM-RO).

Continua no páreo o presidente da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior), Benedito Aguiar [foto], que é evangélico e tem apoio de parlamentares religiosos, ex-pro-reitor da Universidade Federal da Paraíba.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube