Fechar

logo

Fechar

Prefeito fala sobre medidas restritivas entre JP e mais 8 municípios

Da Redação. Publicado em 30 de maio de 2020 às 0:28.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

João Pessoa e mais oito cidades da Região Metropolitana vão passar por novas ações restritivas com o objetivo de minimizar os efeitos da contaminação do novo coronavírus.

De acordo com o prefeito Luciano Cartaxo, de João Pessoa, o plano é integrado, além destas cidades, também com o Governo do Estado, que deve colocar a força de segurança para restringir a circulação de pessoas e veículos.

-É um plano integrado envolvendo oito cidades que visa ampliar o distanciamento social, tornando ele mais rígido. É importante que isso seja articulado entre todos esses municípios. Essa medida é a última etapa do plano de contingenciamento no combate ao coronavírus, depois dessa é a volta, o retorno das nossas atividades, que precisa ser feito de forma gradual e segura. São medidas com um papel fundamental para todos esses municípios e tudo o que está sendo possível ser feito hoje, como ir a um banco, supermercado, farmácia, padaria, vai ser mantido. O que vamos fazer nessa nova medida, é restringir e diminuir o fluxo de pessoas nas ruas e o número de veículos circulante na cidade. Vamos ter um controle maior sobre isso, para que possamos aumentar o distanciamento social – disse Luciano.

O prefeito ainda contou que a ocupação de leitos na cidade tem beirado aos 85%. Ele acredita que, se houver um bom resultado nessa medida, será reduzido o número de casos e de óbitos.

-Essa região, com esses oito municípios, representa 50% de casos confirmados do coronavírus no estado da Paraíba. Então a ideia é fazer algo integrado para que tenha resultados mais forte. Nosso sistema de saúde não conseguiu colapsar. A gente conseguiu preservar da forma que estamos hoje, mas precisamos de um esforço maior da população, para voltarmos com tranquilidade – contou.

Ainda de acordo com Luciano, não haverá rodízio de veículos, mas sim restrição de circulação de pessoas e carros, pois não faria sentido haver rodízio se o objetivo é manter o maior número de pessoas em casa.

A Polícia Militar, a Semob, a Guarda Municipal irão ajudar a fiscalizar, tanto dentro das cidades quanto nas barreiras que serão criadas. A população vai receber mais orientação e informações sobre a importância do isolamento, antes que o decreto do governo do estado entre em vigor.

*Com informações da TV Cabo Branco

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube