Fechar

logo

Fechar

ACCG: É preciso olhar também a economia, pois é o que vai gerir a vida das pessoas

Da Redação*. Publicado em 7 de abril de 2020 às 10:15.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O presidente da Associação Comercial de Campina Grande, Marcos Procópio, falou à Rádio Campina FM sobre a videoconferência realizada na semana passada, que determinou a permanência do comércio campinense fechado, por mais uma semana, devido à pandemia do novo coronavírus.

Ele relatou que a reunião foi plural e cada entidade que participou opinou sobre a situação. Marcos ressaltou a importância de observar essa crise com um olhar holístico.

Ele opinou que as medidas emergenciais da União, Estado e município vão ajudar significativamente durante os 60 dias, período de sobrevida das empresas.

– Estamos vivendo um momento sui generis e não são escolhas fáceis, pois não se sabe a medida exata da situação de cada um. A soma das ações do governo federal, estadual e municipal, cada um dentro de suas responsabilidades, se soma ao que a sociedade civil pode fazer. Não é um caminho fácil, vai ter consequência e é preciso entendê-la e equilibrá-la – contou.

Uma das consequências, de acordo com Marcos Procópio, é a mortalidade de muitas empresas de médio e pequeno portes, que pode chegar a 25%, além das que vão ter de reduzir o quadro para se manterem abertas.

– É preciso ter muito cuidado, olhar todos os ambientes e dar um foco na parte econômica também, pois é o que vai gerir a vida das pessoas depois do coronavírus. Vai haver vida pós-coronavírus e temos que prestar atenção neste ‘pós’, para que tenhamos minimamente condições de manter as pessoas empregadas, trabalhando, pagando as contas, a feira, mas sem deixar a questão saúde – ressaltou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube