Fechar

logo

Fechar

Romero fala das ações da PMCG em combate aos possíveis casos do coronavírus

Da Redação. Publicado em 23 de março de 2020 às 19:34.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

Em entrevista na tarde desta segunda-feira, 23, o prefeito Romero Rodrigues alertou, mais uma vez, para a importância do isolamento social.

Ele disse que os decretos que assinou na semana passada, de fechamento de comércio, da não realização de cultos e missas, suspensão de atividades dos Centros de Idosos, Teatro Municipal, Centro Cultural, academias, entre outros, fazem parte das ações municipais em prevenção ao novo coronavírus.

– As cosias correm de forma rápida e diante das necessidades estamos tomando as medidas necessárias. Vamos anunciar, ainda hoje, mais outras medidas, e manter apenas os serviços essenciais – contou.

Ainda na entrevista, Romero comentou o início da vacinação contra a gripe, que se iniciou nesta segunda, para os idosos e profissionais da saúde. Ele alertou que esta não serve para prevenção ao coronavírus, e que é preciso continuar tomando os cuidados, como o isolamento social, lavar sempre as mãos.

A novidade na campanha de vacinação é que os idosos poderão tomar a vacina em sua própria casa, agendando, antecipadamente, junto à Secretaria de Saúde, o que deve evitar aglomerações nos postos de saúde.

No fim de semana, a Prefeitura divulgou o papel de todos os hospitais da cidade, sejam públicos, privados ou filantrópicos, nas ações contra a pandemia.

– A UPA do Alto Branco está com a prioridade exclusiva para atender apenas casos que tenham sintomas semelhantes ao coronavírus, como tosse, febre, dificuldade para respirar. Qualquer outro sintoma, o paciente deve ir até a UPA da Dinamérica. Se for criança ou adolescente que tenham esses sintomas, devem ser atendidos no Hospital da Criança e se forem outros sintomas, devem ser atendidos no Hospital da Clipsi – contou.

Após o primeiro atendimento na UPA, é feita a coleta de material para exame e, em caso de necessidade de internamento, o paciente será encaminhado para o Hospital Pedro I, caso não, ele deverá permanecer isolado em sua casa.

Romero destacou que serão disponibilizados 30 leitos de UTI e 60 de enfermaria, em três fases distintas, porém urgentes.

Fake News

O prefeito campinense ainda falou sobre a disseminação de notícias falsas, as chamadas fake news, nas redes sociais e em grupos de mensagens por celular. Ele ressaltou que é importante a população divulgar apenas o que é verídico, pois do contrário só estará espalhando o pânico.

Romero desmentiu boatos de que os casos suspeitos do coronavírus em Campina Grande são maiores do que o que são divulgados pelo Governo do Estado. Ele disse que a Prefeitura não tem nenhum interesse de maquiar os números e que o município se quer tem acesso ao exame, já que este é colhido, encaminhado à Secretaria de Estado da Saúde, e de lá enviado ao laboratório em Belém.

De acordo com o prefeito, o município só tem acesso ao resultado após a liberação, por isso não tem como esconder ou omiti-los.

Doações

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, elogiou e agradeceu a ação de um grupo de empresários que estão se mobilizando para fazer a compra de respiradores paras os hospitais da cidade. Além destes, outros insumos como luvas, máscaras, álcool em gel também devem ser doados.

O Ministério Público da Paraíba também conseguiu pelo menos 15 respiradores que serão divididos entre as prefeituras de Campina Grande, João Pessoa e Governo do Estado.

Deputados federais e senadores paraibanos também devem destinar recursos para a cidade, no sentido de combater os possíveis casos de coronavírus.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube