Fechar

logo

Fechar

Prefeitura de JP acata pedido de senadora e reabre hospitais 

Ascom. Publicado em 26 de março de 2020 às 18:39.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

A senadora Daniella Ribeiro (Progressistas) agradeceu a Prefeitura de João Pessoa por ter acatado a sugestão apresentada por ela, ao poder púbico de Paraíba, de reabertura de hospitais filantrópicos para garantir estrutura preventiva de atendimento a eventuais pacientes contaminados pelo coronavírus.

O prefeito Luciano Cartaxo anunciou a reabertura do Hospital 13 de maio, um dos elencados pela senadora, e o Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba (HTOP), em João Pessoa.

O apelo público de Daniella aconteceu após conversa com o médico Ronald Farias. A ideia é de reabrir hospitais que estavam desativados para servirem de hospitais de campanha como suporte para um possível aumento de casos da COVID-19 na Paraíba.

A proposta foi apresentada na última terça-feira (18) pela senadora, que pediu o empenho do prefeito de João Pessoa e do governador João Azevêdo para a reativação das unidades.

Hospitais de campanha, são, inclusive, uma das medidas defendidas pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Daniella reitera apelo ao Estado

“Nesse momento delicado e da necessidade do apoio mútuo, espero que o Governo do Estado também se mobilize e atenda ao apelo que fizemos, sintonizada com a classe médica, de reabrir hospitais desativados para aumentarmos a estrutura e enfrentarmos essa pandemia mundial, que infelizmente vem se alastrando também pelo Brasil”, afirmou a senadora, com base também na disposição da bancada colaborar com a compra de novas camas hospitalares e respiradores para atender a demanda de novos leitos de UTI.

“É imprescindível que o Governo analise de forma técnica a possibilidade de também implantar novas unidades de apoio e prevenção. Não podemos esperar que as coisas se agravem para depois agir”, destacou.

Daniella, no início da semana passada, propôs a ação emergencial para reativar quatro hospitais de João Pessoa: Santa Paula, João Soares, Hospital Psiquiátrico de Cruz das Armas e o Hospital 13 de Maio.

Os hospitais se encontram fechados há anos por problemas judiciais. Juntos, têm capacidade aproximada de 300 novos leitos.

Atualmente, os hospitais de referência para os casos suspeitos no Estado são o Clementino Fraga, Hospital Universitário Lauro Wanderley e o Pedro I, segundo a Secretaria de Saúde Estadual.

Pelo decreto municipal, João Pessoa terá dois novos hospitais de retaguarda, que são o Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba (HTOP), em Tambiá, e do Hospital 13 de Maio, no Jardim 13 de Maio.

O decreto vai vigorar durante o período de emergência justificado pela pandemia do novo coronavírus.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube