Fechar

logo

Fechar

Doulas estão preocupadas com a situação de superlotação em maternidades

Da Redação*. Publicado em 26 de março de 2020 às 11:06.

A coordenadora da Associação de Doulas da Paraíba, Taina Jovino, durante entrevista à Rádio Campina FM, disse estar preocupada com a questão do coronavírus e as maternidades superlotadas no Estado.

Ela disse que as gestantes que estão nestas unidades ficam mais expostas à doença, pelo fato de não haver uma distância mínima entre os leitos.

– A superlotação é no Estado todo, e as mulheres têm ficado sim mais expostas. Estamos recomendando ficar mais em casa e procurar a maternidade em caso de urgência. As maternidades não têm como cumprir o distanciamento de um metro e meio entre os leitos e às vezes as mulheres ficam em corredores, e isso pode ser um agravante. Então, temos tentado ajudar na questão da orientação para que as unidades não fiquem tão superlotadas – disse.

Foto: Reprodução

Foto ilustrativa: Reprodução

Ela ressaltou ainda a importância de haver um mínimo de equipe possível dentro da maternidade, no momento do parto, e também evitar visitas, que já têm sido suspensas em várias maternidades.

As orientações que as doulas passam às gestantes é a troca constante das roupas, higiene pessoal, uso de máscaras, luvas e álcool em gel no sentido de minimizar possível infecção.

– As gestantes não se incluem em grupo de risco, mas sim em grupo de grande vulnerabilidade pelo fato de que, neste período, muitas mulheres apresentam um quadro maior de baixa imunidade. Recomendamos que as gestantes cumpram o isolamento social e evitem o contato com pessoas com sinais de gripe, que mantenham um hábito maior de higiene pessoal. Caso necessite ir trabalhar, que tome todas as precauções e se alimente bem – alertou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube