Fechar

logo

Fechar

Defensoria Pública se une a movimento de mulheres da Paraíba neste domingo

Da Redação com Ascom. Publicado em 8 de março de 2020 às 8:12.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB) se une aos movimentos sociais neste domingo (8), Dia Internacional da Mulher, para dar início à programação do 1º Festival político-cultural “Basta de Violações! Juntas por Direitos!”, organizado pelo Movimento de mulheres e feministas da Paraíba. A concentração acontece a partir das 15h, no Busto de Tamandaré, Orla de Tambaú.

O festival faz parte de uma agenda nacional de atos e integra as ações da Jornada 8 de março na Paraíba. A programação contará com performances, exposições e intervenções, apresentações culturais, musicais, espaço de cuidados e saúde, atividades para crianças, feirinhas, entre outras. Também está previsto, por volta das 15h, a realização de um aulão de Yoga.

De acordo com a ouvidora da DPE-PB, Andrea Coutinho, a Instituição foi procurada por representantes do movimento de mulheres para apoiar a realização do evento. “Essa data é bem mais sobre luta do que comemoração. Conquistamos direitos ao longo do tempo, mas ainda há muito a ser feito, não podemos e nem vamos parar”, destaca a ouvidora.

PARTICIPAÇÃO

O evento vai contar com a participação da defensora pública e coordenadora de Defesa da Mulher da DPE, Fátima Diniz (foto), que também participou, na sexta-feira (6), do lançamento das atividades que serão promovidas pelo Governo do Estado em alusão ao Dia Internacional da Mulher.

A abertura aconteceu no Espaço Cultural, mas a programação se estenderá por todo o mês de março com mais de 50 atividades nas áreas de saúde, educação, segurança e cultura.

 Entre os temas que serão levantados no evento do próximo domingo estão a defesa dos corpos e vidas das mulheres, das comunidades indígenas, das populações pretas e periféricas, do meio ambiente, da agroecologia e da agricultura familiar, a defesa dos direitos trabalhistas e constitucionais, o fim do feminicídio, da LGBTQfobia, do racismo religioso, entre outras.

Em atividade desde 2017 e com foco na violência doméstica, a coordenadoria atua no atendimento, prevenção e na orientação à mulher vítima de violência.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube