Fechar

logo

Fechar

Para Sérgio Moro, ainda “há muito crime a ser combatido” no Brasil

Da Redação. Publicado em 17 de fevereiro de 2020 às 19:19.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Os números da criminalidade estão em queda no Brasil, e, em visita à Paraíba, o ministro Sérgio Moro (da Justiça e Segurança Pública) reconheceu “o mérito dos governos estaduais e mesmo dos governos municipais” nesse resultado.

– Nós nunca invocamos uma responsabilidade exclusiva nisso, até porque acho que esse tipo de discussão é uma bobagem – disse.

– A política tem sido de absoluta tentativa de ‘vamos trabalhar juntos, vamos trabalhar duro, vamos reduzir esses crimes’ porque, na verdade, para o cidadão comum não interessa se o crime foi resolvido pela Polícia Federal ou pela Polícia Civil – acrescentou.

As declarações foram feitas durante uma coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (17) na sede da Superintendência da Polícia Federal em João Pessoa.

Ainda na ocasião, o ministro pontuou que, apesar disso, “é muito difícil dizer tanto por quais motivos os indicadores criminais crescem como apontar as causas de sua diminuição. Existe uma série de fatores. Não existe uma causa única”.

– Agora, as ações tomadas pelo governo federal, várias delas, têm uma tendência de contribuir para essa queda, por exemplo num enfrentamento mais rigoroso da criminalidade organizada, já que boa parte da criminalidade violenta está a ela relacionada – garantiu.

Na opinião de Sérgio Moro, entretanto, os indicadores remanescentes ainda são muito elevados.

– Veja, mesmo caindo essas taxas, os indicadores remanescentes são muito elevados. Então há muito a ser feito. Há muito crime para ser combatido pelas policias todas, e tudo funciona melhor quando se trabalha em conjunto – concluiu.

Também nesta coletiva ele elogiou a atuação do Gaeco da Paraíba. Além das Operações Xeque-Mate, Calvário e Pés de Barro.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube