Fechar

logo

Fechar

Para presidente do Democratas, pedido de impeachment é “barulho desnecessário”

Da Redação. Publicado em 10 de fevereiro de 2020 às 22:44.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O presidente estadual do partido Democratas, Efraim Morais, reforçou nesta segunda-feira (10) solidariedade ao governador João Azêvedo (Cidadania) e à vice Lígia Feliciano (PDT).

Os dois foram alvos de um pedido de impeachment apresentado na abertura do ano legislativo da Assembleia Legislativa da Paraíba pelo deputado Walber Virgolino (Patriota).

Efraim também é secretário estadual de Agricultura.

Para o aliado, os secretários e movimentos sociais têm que “estar solidários a esse momento com o governador João Azevêdo e com a vice-governadora Lígia Feliciano”.

Ele disse que considera o pedido “sem sentido” e “um barulho desnecessário.

“Não tenho dúvida de que não irá pra frente, até pela própria justiça que não permitirá isso. Até porque, pela primeira vez na história desse país, se pensa em cassar o governador e a vice-governadora, como se fosse presidente e vice-presidente ao mesmo tempo”, observou.

Na opinião de Efraim, não há um fato determinado nem uma ação, neste momento, dentro do governo que justifique o pedido de impeachment por parte dos parlamentares.

“O que aconteceu lá trás, fora do governo, não é motivo de cassação de nenhum parlamento”, completou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube