Fechar

logo

Fechar

“É natimorto”, diz secretário sobre pedido de impeachment de João Azevêdo

Da Redação. Publicado em 10 de fevereiro de 2020 às 14:54.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

“Qual é o fato? Não tem fato concreto. Se não tem, é natimorto. Já morre no nascedouro. Não tem um fato concreto. João responde a quê? É condenado em quê?! Para se pedir o afastamento… Nada mais é do que um palanque eleitoral”.

Essa é a opinião do secretário estadual de Articulação Política, João Gonçalves, sobre o pedido de impeachment apresentado na abertura do ano legislativo pelo deputado Walber Virgolino (Patriota), na Assembleia Legislativa da Paraíba, contra o governador João Azevêdo (Cidadania).

O secretário criticou ainda, nesta segunda-feira (10), em entrevista para uma emissora de rádio de João Pessoa, a proposta de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para aprofundar as investigações referentes à Operação Calvário.

“Ora… CPI? CPI pra quê? Se a Polícia Federal tem todos os instrumentos de tecnologia, e com o Ministério Público estão apurando… O que é que a Assembleia tem para querer apurar o quê? Fazer política! Nada mais”, disse o secretário.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube