Fechar

logo

Fechar

Vendas em Campina fecham o mês de dezembro com crescimento, diz CDL

Da Redação com Ascom. Publicado em 3 de janeiro de 2020 às 8:30.

Uma semana atrás, o balanço parcial divulgado pela CDL revelava que as vendas no varejo durante a semana do Natal haviam crescido 4,5% comparado ao mesmo período de 2018.

Já com o término das festas de final de ano é possível ter uma certeza maior do que, não apenas a época, mas todo o ano de 2019 representou para o comércio campinense.

De acordo com a análise dos lojistas, o início do ano passado foi marcado por uma fase de incertezas motivadas pela transição de governos, o que gerou dificuldades para o setor no primeiro quadrimestre.

Somente a partir do mês de maio foi possível perceber uma leve recuperação nos setores ligados ao varejo que se manteve constante até novembro, quando foi registrado um crescimento exponencial comparado com o mesmo mês de 2018, o que gerou grandes expectativas para o mês de dezembro.

Contudo, o crescimento observado ficou abaixo do que era esperado para o último mês do ano. “Nós tínhamos projetado o crescimento de 5%, mas isso deve ficar em torno de 2,5% a 3%. De certa forma é algo a se comemorar porque demonstra crescimento, embora bem menor do que o que esperávamos”, disse o presidente da CDL, Artur Almeida.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Realização da Black Friday interfere nas vendas de Natal 

Na avaliação do dirigente lojista um dos fatores que tem contribuído para que o mês de dezembro apresente crescimento abaixo do esperado é a realização da campanha Black Friday às vésperas do início do período natalino.

“Essa campanha não atende ao calendário do varejo do Brasil e sim dos Estados Unidos, e, a realização de uma promoção antes do período do Natal faz com que inevitavelmente as pessoas acabem comprando por impulso e comprometendo suas rendas. Isso inevitavelmente acaba refletindo no balanço final das vendas do mês de dezembro”, explicou o empresário.

Apesar do baixo crescimento registrado ao longo de 2019, os varejistas estão otimistas e preveem um 2020 bem melhor do que o ano passado.

“Esse ano temos a economia mais fortalecida e a geração de empregos como aliadas na contínua recuperação dos setores ligados ao comércio. Sendo assim, a nossa previsão é de que o varejo em Campina Grande apresente o crescimento entre 5% e 7% no primeiro quadrimestre”, finalizou Artur.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube