Fechar

logo

Fechar

Três novos espetáculos movimentam centro cultural em João Pessoa

Da Redação com Secom/JP. Publicado em 28 de janeiro de 2020 às 9:27.

Três espetáculos de teatro serão apresentados nesta terça-feira (28) dentro do projeto Terças Culturais do Centro Cultural Casa da Pólvora, localizado na ladeira de São Francisco, no Centro Histórico da Capital. Trata-se de ‘Os Mais Belo dos Belos’, ‘Como Enlouquecer os Homens’ e ‘A Luz do Meu Erê’. As apresentações têm início às 19h, com entrada gratuita e a classificação indicativa livre.

O primeiro a ser encenado é ‘O Mais Belo dos Belos’, dirigido e coreografado por Robertha Ferreira, com figurinos e adereços de Silvandro Dias. O espetáculo mostra toda a musicalidade, deuses e danças africanas tão presentes na cultura do estado da Bahia. Nesta montagem, a diretora evidencia a ancestralidade da cultura afro brasileira, fazendo um regaste com tecidos estampados e crioulos no batuque dos ijexás.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

O segundo espetáculo a ser apresentado no local é ‘Como Enlouquecer os Homens’, uma montagem coletiva muito bem-humorada, que traz no seu contextos históricos um programa de televisão com auditório que se chama “Na tonga da moringa do kabuleté”, uma alusão a música do cantor e compositor Wilson Simonal. O programa de TV se passa em tempos modernos, com plateia, convidados e cantores, que por sua vez estão inseridos na cena.

A apresentadora deste programa é Maria Dubu e seu Dj Baltazar que recebem convidados ilustres, como as pastoras do espetáculo ‘Pastoril Profano’, que dão dicas de como enlouquecer os homens, e convidados que trazem conversas polêmicas de “como enlouquecer os homens”, não importando se é sexual, social ou econômico. O programa é composto por quadros de humor com muita irreverência, marca registrada da Trupe de Humor da Paraíba.

No elenco estão os atores e humoristas: Tony Silva, Dinart Silva, Sérgio Lucena, Alessandro Barros, Aluisio Silva, Raymon Farias e Edilson Alves. O cenário e figurinos são de autoria de Nelson Alexandre, com iluminação e sonoplastia de Wagner Nascimento.

A Trupe de Humor da Paraíba é conhecida no cenário regional pela montagem do espetáculo ‘Pastoril Profano’, que passou por várias mudanças, mas ainda resiste como uma das melhores peças de humor da região Nordeste.

O espetáculo ‘À Luz do meu Erê’ é o último do dia. É encenado pelo grupo de atores da Cia Fuá de Terreiro. A peça questiona sobre os por quês da vida. Em cena um carrossel de emoções de fazer bolhas de sabão dentro do coração de um pai que parece possuir borboletas em todo corpo ao perceber um existir, fruto do seu interior, e rir de si próprio com inocência e prazer, trazendo à tona o querer redescobrir a necessidade de se conhecer e ser brincante, poético, menino e ser a luz do meu erê.

O espetáculo é ao mesmo tempo uma redescoberta do que é nascer, num misto de reconhecimentos corpóreos e de mundo, na busca da memória do menino de outrora. A direção, concepção e cenografia é de autoria de Ademilton Barros, com contra regragem de Fafa Dantas, preparação corporal de Joelson Topete e Thaismary Ribeiro, figurino de Joanderson Pereira e Ademilton Barros, composição cenográfica Vladmir Santigado e trilha sonora de Cinthia Arruda e Ademilton Barros. A ‘Luz do meu Erê’ é encenado pela companhia Fuá de Terreiro e está há seis anos pesquisando, entendendo e propondo uma estética de dança e teatro que tem incorporado várias danças tradicionais brasileiras.

O projeto Terças Culturais está inserido no programa cultural AnimaCentro, lançado em dezembro de 2017 pelo prefeito Luciano Cartaxo dentro da política de valorização e incentivo à cultura da prefeitura, como forma de ocupar com as artes todos os espaços revitalizados pela atual gestão.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube