Fechar

logo

Fechar

Secretário de Saúde anuncia providências para o Trauma de João Pessoa

Da Redação. Publicado em 14 de janeiro de 2020 às 16:54.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Superlotação, risco de infecção e falta de medicamento.

Esses foram os principais problemas encontrados no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa.

A fiscalização foi realizada pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM).

O relatório com o resultado da inspeção foi divulgado nesta segunda-feira (13), e encaminhado ao Ministério Público Federal e à Secretária de Saúde da Paraíba.

Em resposta, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, disse esperar que a unidade volte a funcionar com normalidade no prazo de até 10 dias.

– Sabendo de ante mão que um hospital da magnitude do Trauma e com a altíssima demanda, em algum momentos, principalmente sábado à noite e domingo, terá um fluxo elevado de acidentados por moto que sobrecarrega os profissionais e o hospital – disse.

De acordo com Geraldo Medeiros, a Secretaria de Saúde está providenciando a abertura de uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) com dez leitos no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, para buscar sanar o problema de superlotação.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube