Fechar

logo

Fechar

Preterido em votação da Previdência, suplente não vai reassumir cadeira na CMCG

Da Redação*. Publicado em 10 de janeiro de 2020 às 11:12.

O primeiro suplente do vereador eleito Teles Albuquerque não quer mais assumir o cargo, que ocupava há pelo menos três anos, na volta do ano legislativo da Câmara Municipal de Campina Grande. Álvaro Farias se queixou, durante entrevista à Rádio Campina FM, de que não foi procurado para votar na reforma da Previdência que aumentou para 14% a alíquota previdenciária dos servidores municipais, aprovada em sessão extraordinária no final do ano passado.

– Fiz uma viagem antes do final do ano ao estado do Maranhão, para resolver um assunto particular, e na minha ausência de Campina Grande tinha uma votação no dia 30. Eu viria para Campina sim. Na minha volta no domingo, soube que o vereador Teles tinha voltado para a Câmara para a votação da reforma. Estive com o prefeito Romero e disse que não tinha mais pretensão de voltar para a Câmara para ocupar o cargo até março – reclamou o vereador.

Foto: Paraíbaonline

Foto: Paraíbaonline

Álvaro ressaltou que, agora, só quer voltar para a Casa de Félix Araújo quando tiver número de voto suficiente para ocupar uma cadeira de titular.

Farias disse que já conversou com o segundo suplente, Régis, e que este disse que assume a vaga até o período de desincompatibilização, quando Teles deve voltar novamente à CMCG.

Ele lembrou ainda que, em outro episódio, foi afastado do cargo para a volta de Teles sem prévia comunicação.

Apesar da queixa, ele deve continuar na base política de Romero Rodrigues.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube