Fechar

logo

Fechar

Presidente nacional do PDT nega convite de filiação a Azevêdo

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 20 de janeiro de 2020 às 17:29.

O presidente da Executiva Nacional do PDT, Carlos Lupi negou que tenha feito qualquer convite ao governador da Paraíba, João Azevêdo, para o gestor se filiar ao partido.

Conforme Lupi,  cabe a vice-governadora, Lígia Feliciano, que é do partido, fazer tal convite ou abordagem ao governador paraibano.

Ele disse que seria muito chato receber um não logo de primeira e também que seria importante saber se Azevêdo teria interesse.

Em entrevista à imprensa local, Lupi disse que há interesse sim, em tê-lo nos quadros do partido, mas tudo vai depender da abordagem da vice-governadora.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

“Sei que ainda não houve nenhuma conversa entre eles para facilitar o trâmite desta filiação. Sei que eles têm boas relações, tanto é que ela é vice dele e é natural que seja assim, até porque o PDT tem muito respeito aos seus dirigentes, às hierarquias partidárias e eu não vou passar por cima de uma direção eleita na Paraíba”, destacou.

Lupi disse que precisa ainda de uma manifestação clara do governador da Paraíba sobre o PDT e que o diálogo está aberto.

“Não vamos fazer um convite para receber um não sem a manifestação dele. Seria muito chato. O diálogo tem que haver entre a direção partidária da Paraíba e o governador, para se traçar todo um caminho normal. Nós trabalhamos assim”, pontuou.

Com relação às eleições municipais, o presidente disse que o PDT terá candidatura própria onde for possível. Quanto a João Pessoa e Campina Grande ainda não tem nada definido.

“Tudo vai depender do diálogo, da costura com as forças aliadas e isso vai passar também pelo governador João Azevêdo. Vamos aguardar esse diálogo para podermos avançar. Ainda temos muito tempo para isso se desenvolver”, avaliou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube