Fechar

logo

Fechar

Nathalia Bellar apresenta ‘Catavento e a Força dos Encontros’ na Casa da Pólvora

Da Redação com Secom/JP. Publicado em 26 de janeiro de 2020 às 8:10.

A cantora paraibana Nathalia Bellar lança neste domingo (26), a partir das 16h30, seu primeiro trabalho da carreira intitulado “Catavento e a Força dos Encontros”. O show é gratuito, com classificação indicativa livre, e acontece no Centro Cultural Parque Casa da Pólvora.

Nathalia Bellar se apresenta dentro da programação semanal do projeto Pólvora Cultural, uma inciativa da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Fundação Cultural (Funjope).

No repertório deste show, Nathalia Bellar apresenta 10 canções, sendo sete inéditas e três regravações. Ela sobe no palco do Pólvora Cultural com a banda formada pelos músicos: Pedro Medeiros (guitarra, violão e direção musical); Jader Finamore (synths, cavaco, trompete e zabumba); Rhuan Pachêco (baixo e vocais) e Felipe Ceará (bateria e programações). Além da participação especial da sanfoneira Carol Benigno.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

As canções falam um pouco de sua vida, o amor, os medos cotidianos, lutas sociais, dores e alegrias. “Tudo que faz parte da beleza de ser”, contou Nathalia Bellar, em que traz influências fortes do que escutou na infância e adolescência, a exemplo de Maria Bethânia, Elza Soares e outros. A música que canta hoje Bellar tem pitadas do pop aliada e música eletrônica e a euforia do Nordeste.

“Catavento foi feito para gerar energia. É instrumento de mudança, renovação, ciclicidade. Seu movimento é conduzido pela força inigualável dos ventos, que ditam estações, tempo de colheita, trajetos de tantos barcos cheios de histórias e paixões”, acrescentou Nathália Bellar.

Catavento e a Força dos Encontros – O novo trabalho pode ser encontrado nas plataformas digitais. Foi produzido e arranjado por Rodrigo Campello, mesmo produtor de Beth Carvalho, Nelson Cavaquinho, João Nogueira, João Bosco, Moraes Moreira, entre outros, e gravou, arranjou e produziu trabalhos com Caetano Veloso, Gilberto Gil, Marisa Monte, Lenine, Fernanda Abreu e Roberta Sá e por Jader Finamore (músico, produtor musical e cultural, que já trabalhou ao lado de Dominguinhos, Elba Ramalho, Flávio José, Hamilton de Holanda, Antônio Barros e Cecéu, Genival Lacerda, Vital Farias, dentre outros) completando essa fusão de energias.

AnimaCentro – As atividades culturais que acontecem no projeto Pólvora Cultural estão inseridas no programa cultural AnimaCentro, lançado em dezembro de 2017 dentro da política de valorização e incentivo à cultura, como forma de ocupar com as artes os espaços do Centro Histórico da Capital.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube