Fechar

logo

Fechar

Jejum intermitente: médico explica prós e contras da estratégia de emagrecimento

Da Redação*. Publicado em 24 de janeiro de 2020 às 11:02.

O médico Antônio Henriques falou sobre a nova estratégia de emagrecimento que está sendo comumente difundida nas redes sociais, que é o jejum intermitente. Ele destacou que pesquisas recentes demonstraram que a estratégia foi a mais rejeitada pelos participantes dos experimentos, tendo em vista diversos efeitos colaterais, como a alteração de humor.

Segundo o médico, no âmbito científico foi possível perceber que o jejum intermitente pode ser efetivo na perda de peso, mas não há respostas e certezas a respeito dos possíveis danos à saúde a longo prazo. Ele citou que a estratégia mais segura e conhecida para perder peso é “comer menos todos os dias”.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Antônio frisou, em entrevista à Rádio Caturité FM, que é muito difícil aderir ao jejum intermitente, tendo em vista o desconforto de passar 12 horas ou mais sem comer absolutamente nada. Ele citou que o jejum pode resultar em tremores, mau humor, dificuldades de concentração, entre outros sintomas que podem atrapalhar o dia a dia das pessoas que aderem à estratégia.

Segundo o médico, a prática de exercícios físicos diariamente é fundamental, pois além de auxiliar na perda de peso, libera endorfina, que resulta na sensação de bem-estar.

– Na prática, a gente observa que o jejum intermitente funciona para perder peso, o que não se sabe é se a longo prazo essa estratégia é segura ou vai trazer consequências à saúde – enfatizou.

Antônio salientou que é preciso que as pessoas façam um esforço e busquem se alimentar melhor e praticar exercícios físicos para garantir a perda de peso de forma saudável.

Ele ainda reforçou que é preciso que as pessoas procurem sempre acompanhamento médico antes de fazer qualquer tipo de dieta ou estratégia para emagrecer.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube