Fechar

logo

Fechar

Com apoio do Sebrae Paraíba, criação de peixe e camarão aquece economia no Brejo

Da Redação. Publicado em 13 de janeiro de 2020 às 20:18.

Paraíba Online • Com apoio do Sebrae Paraíba, criação de peixe e camarão aquece economia no Brejo

Foto: Ascom/Sebrae Paraíba

Um sonho de uma casa no campo foi o pontapé para um empreendimento que, hoje, é referência em piscicultura na região do Brejo paraibano.

O Vale Piscicultura, projeto localizado na cidade de Borborema e que foi idealizado por três sócios e amigos, começou a produzir tilápia e camarão em março do ano passado.

Por meio do projeto AquiParaíba, do Sebrae Paraíba, os empresários tiveram todo o apoio para transformar o sonho em realidade.

De acordo com um dos sócios, Diógenes Henriques, a ideia de montar um negócio de criação de peixe e camarão em tanques surgiu a partir de Giuseppi Coutinho, que queria comprar uma casa no campo para a sua mãe.

Depois de um tempo, segundo relatou, o terceiro sócio, Amancio Ramalho, percebeu que a propriedade teria potencial para a atividade da piscicultura, o que levou os três a estudarem a possibilidade e, posteriormente, constituírem a empresa.

“O Sebrae veio juntamente com Giuseppi Coutinho, que ocupava uma cadeira de conselheiro. A instituição nos auxiliou praticamente em tudo, bem como ajudou e ajuda os produtores rurais da região do Brejo paraibano através do AquiParaíba, por meio de palestras, missões técnicas, entre outros”, afirmou Diógenes Henriques.

O processo de implantação dos 20 tanques foi por intermédio de estudos topográficos.

Os animais são de estados vizinhos, como Ceará e Rio Grande do Norte.

“A produção média é entre 3500 e 4000 mil quilos de peixe por lote, e uma média de 700 a 900 quilos de camarão por lote. Os produtos são vendidos para a região local e o nosso diferencial está na qualidade e no tempo de produção. O peixe fica pronto para consumo em média de 6 a 7 meses, já o camarão entre 75 e 90 dias”, contou o empresário, acrescentando que as principais dificuldades estão nas quantidades de licenças exigidas e o tempo que levam para serem deferidas.

“Resolvemos empreender para diversificar o tipo de empreendimento, abrir outro leque de investimento”, enfatizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube