Fechar

logo

Fechar

Aumenta número de atendimentos de pessoas picadas por escorpiões em hospital de CG

Da Redação. Publicado em 22 de janeiro de 2020 às 13:42.

Divulgação/Ministério da Saúde

Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

O médico clinico-geral Lino Lima informou que, após as fortes chuvas nessa terça-feira (21), em Campina Grande, o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes registrou um aumento significativo no número de pessoas atendidas vítimas de picadas de escorpiões.

– Todos os dias temos atendimentos com relação à picada de escorpiões e outros insetos. Ontem percebemos esse aumento devido às chuvas, já que os escorpiões em domicílios ficam mais presentes em ralos, em terreno baldio, embaixo de madeiras e acúmulo de lixo. Consequentemente, os escorpiões adentraram no ambiente dos pacientes e acabam ocorrendo essas picadas – disse.

Lino falou, durante entrevista concedida a uma emissora de rádio local da cidade, que a unidade hospitalar atendeu ontem 11 pacientes.

Os sintomas da picada de escorpião são dor, inflamação no local da picada com vermelhidão, inchaço e calor local.

Em casos mais graves, o paciente pode ter enjoos, vômitos, tontura, dor de cabeça, suor, falta de ar, sonolência ou agitação, pressão baixa ou pressão alta.

Em caso de picada de escorpião, o médico recomenda as pessoas procurarem atendimento em unidade de saúde.

– Deve fazer analgesia para que no local, onde houve a picada, a dor fique mais amena. É melhor fazer analgesia com água morna no local. Em seguida, fazer uso de analgésico, caso o paciente não seja alérgico ao medicamento dipirona ou paracetamol. Não deixe de procurar o apoio médico – aconselhou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube