Fechar

logo

Fechar

Associação da PM comenta vídeo denunciando más condições no Lar do Garoto

Da Redação*. Publicado em 21 de janeiro de 2020 às 11:11.

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva fez uma denúncia das situações precárias, que os agentes de segurança pública que atuam no Lar do Garoto, em Lagoa Seca, enfrentam.

O vídeo mostra um alojamento feito com camas de alvenaria e sem colchões, banheiro sem água e em péssimas condições de higiene, além de muito lixo no local. O vídeo está publicado nas redes sociais do deputado.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O presidente da Associação dos Policiais Militares da Paraíba, cabo Sérgio Rafael (foto), durante entrevista à Rádio Campina FM, comentou a publicação e disse que essa situação já perdura desde 1999, quando ele entrou na corporação.

Ele ressaltou que, não apenas o Lar do Garoto passa por essa situação, mas também é possível ver isso nos presídios do Serrotão, Monte Santo, entre outros.

– Tomei conhecimento disso desde 1999, quando entrei na polícia. Esse fato é ancião e isso é o que passa, a nível de Estado, toda a segurança pública. Então não me surpreende. Isso ocorre em outros locais como o Serrotão, Monte Santo. Falta vontade política de agir para melhoria da segurança pública da Paraíba. Não é um gasto, e sim investimento, aí teríamos melhor qualidade de trabalho e de efetivo – alertou o sindicalista.

Rafael lembrou que, quando houve a rebelião no Lar do Garoto, onde foram registradas várias mortes de alguns reeducandos, ele foi ao local e observou que os menores apreendidos não tinham local de fazer necessidades fisiológicas e se amontoavam em celas com 10 ou 11 outros menores.

– Foi um gasto enorme que não mudou nada. Se chegar nos presídios, é do mesmo jeito. Quando se trata de segurança pública e melhorias no quadro de investimento, a gente diz que é zero no estado da Paraíba – enfatizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube