Fechar

logo

Fechar

Operação Calvário: grampo mostra possível influência de Ricardo Coutinho no TCU

Da Redação. Publicado em 8 de janeiro de 2020 às 13:41.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Além de ter gravado o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), o dirigente da Cruz Vermelha gaúcha, Daniel Gomes da Silva, grampeou ainda o ex-procurador-Geral do Estado, Gilberto Carneiro.

Em novo trecho de áudio transmitido nesta quarta-feira (8) por uma emissora de rádio de João Pessoa, os dois comemoram o resultado positivo de um relatório de auditoria.

O documento teria apontado, segundo percebe-se no áudio, a aprovação das contas do Hospital de Trauma de João Pessoa e da Cruz Vermelha após visita ao Tribunal de Contas da União (TCU).

A visita teria sido feita pelo ex-procurador e pelo empresário, com o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), ao ministro Valmir Campelo, já aposentado, e depois a Bruno Dantas.

O ex-procurador está preso e é apontado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) como integrante do núcleo administrativo de organização acusada de desviar recursos da Saúde e da Educação.

Também faziam parte do núcleo administrativo, de acordo com o MPPB, Waldson de Souza, Livânia Farias, Edvaldo Rosas, Cláudia Veras, Ivan Burity, Tatiana Domiciano e Yuri Lobato.

Segundo informações do MPPB, os agentes do núcleo administrativo tinham como tarefas recolher a propina e dar a elas uma aparência lícita, através de técnicas de lavagem de dinheiro.

A acusação está sendo investigada no âmbito da Operação Calvário, que tem revelado desvio de recurso público nas áreas da Saúde e da Educação. A operação foi iniciada em dezembro de 2018.

Ouça o áudio:

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube