Fechar

logo

Fechar

Vereador critica reforma da Previdência de CG: “Presente de grego”

Da Redação. Publicado em 2 de janeiro de 2020 às 14:40.

O vereador Bruno Faustino (PSB) declarou que votou contra o projeto da Reforma da Previdência do município de Campina Grande devido a falta de discussão e a urgência com que a votação foi convocada.

Ele criticou o prefeito Romero Rodrigues (PSD) que, mesmo durante o período de recesso da Câmara Municipal de Campina Grande, convocou uma sessão extraordinária para a votação de um projeto que tinha até o fim do mês de março para ser discutido e votado.

Bruno declarou que, mesmo com todo o trabalho da oposição, não foi possível impedir que o desconto da alíquota previdenciária fosse elevado para 14%.

O parlamentar ainda frisou que se surpreendeu ao perceber que muitos vereadores da situação não utilizaram a tribuna “para defender sequer uma linha do projeto”.

De acordo com Bruno, Romero Rodrigues “não admitia de forma alguma ser derrotado” e chegou a licenciar secretários para que estivessem presentes na votação e garantissem a aprovação do projeto.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

– O projeto foi aprovado segunda-feira, onde o prefeito chamou a Câmara de forma extraordinária. O meu voto foi contrário, porque do meu ponto de vista não tinha essa urgência toda. Eu acredito que a votação foi feita de uma forma exacerbada, a toque de caixa. Eu fiz vários argumentos afirmando que apenas três cidades no Brasil tinham feito essa votação ligeira – colocou.

Bruno considerou que o aumento do desconto da alíquota de 11% para 14% resulta em uma diferença relevante para o holerite do servidor municipal e disse que o prefeito Romero Rodrigues estava muito interessado em “abocanhar” mais 3% de arrecadação.

– O prefeito colocou um presente de grego nas mãos dos funcionários. A oposição lutou para que não fosse votado, mas a maioria vence. O maior prejudicado é o funcionário – pontuou, em entrevista à Rádio Panorâmica FM.

O vereador ainda avaliou a atual situação do Instituto de Previdência do Servidor Municipal de Campina Grande (IPSEM) e citou que atualmente o órgão sofre com diversos problemas.

Ele lamentou que o prefeito Romero Rodrigues não realize concursos públicos, o que, segundo ele, melhoraria a realidade do Instituto, reduzindo o número de contratados e elevando o número de servidores concursados.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube