Fechar

logo

Fechar

Procon-JP dá dicas para quem pretende viajar no período de festas e férias escolares

Da Redação com Secom/JP. Publicado em 22 de dezembro de 2019 às 12:25.

Para os consumidores que pretendem viajar neste final de 2019 e início de 2020, a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor dá orientações de como planejar uma viagem segura e evitar os imprevistos e problemas durante e depois da folga prolongada.

O Procon-JP abre as dicas chamando a atenção para o planejamento do destino e o orçamento previsto para os dias de lazer. O consumidor deve ficar alerta para não decidir tudo na véspera da viagem porque, certamente, os problemas vão surgir. “Como também é uma época de muitos gastos, planejar antecipadamente o orçamento é primordial”, diz o secretário Helton Renê.

Como final e início de ano são os períodos em que mais as pessoas viajam aproveitando as férias do trabalho e da escola, Helton Renê chama a atenção para o planejamento do orçamento doméstico considerando o dinheiro disponível após o pagamento das contas do mês, das despesas com as festas de final e de início do ano, a exemplo de impostos, matrícula e material escolar.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

Seduções – Mais uma orientação é quanto a não se deixar seduzir pelas promoções vantajosas de pacotes das agências de viagens, com descontos relâmpagos de ‘encher os olhos’, e tomar a decisão de viajar em um impulso de momento.

“Nessa época do ano, todo cuidado é pouco devido às ‘seduções’ das publicidades, tanto para as festas natalinas quanto para as viagens de férias”, alerta o titular do Procon-JP.

Muito apertado – Agora, quem está com pouco dinheiro e já tem noção de que o orçamento baseado na renda mensal vai ficar muito apertado, é importante que reveja roteiros e faça pequenas viagens,indo a um local mais perto de casa.

“As pessoas devem ter em mente que o importante é que os familiares e amigos aproveitem o período das férias com harmonia e alegria, não importando onde estejam. Se todo mundo está junto, bem e com saúde, isso é o que importa”.

Pacotes – O consumidor que vai contratar pacotes, com preços promocionais ou não, em agências de viagens, deve atentar para o que o plano inclui, como transporte, hospedagem, passeios turísticos etc.

“É importante também checar se a empresa está legalmente apta para atuar nesse segmento, se está regularmente cadastrada no Ministério do Turismo, órgão que disciplina a formalização e a legalização dos prestadores de serviços turísticos no Brasil”, avisa o secretário.

Guardar provas – Helton Renê aconselha ao consumidor a guardar todo material publicitário, bem como mensagens eletrônicas para, caso haja descumprimento do que foi acordado no contrato, ter provas caso haja necessidade de reivindicar os direitos nos órgãos de defesa do consumidor.

“É importante está preparado para os imprevistos”.

Atendimentos do Procon-JP na Capital
Sede – segunda a sexta -feira: 8h às 14h na sede situada na Avenida D. Pedro I, nº 473, Tambiá;
MP-Procon – segunda a sexta-feira: 8h às 17h na sede situada no Parque Solon de Lucena, Lagoa, nº 300, Centro;
Uninassau: segunda a sexta-feira das 8h às 17h, no Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Uninassau, na av. Amazonas, 173, Bairro dos Estados; Telefones: 2107-5925 (Uninassau) e 0800 083 2015.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube