Fechar

logo

Fechar

Presidente da ALPB encerra sessão por confusão entre os deputados

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 11 de dezembro de 2019 às 13:20.

Sem consenso entre os deputados e após muito bate-boca, discussão sobre a organização do Projeto de Lei que trata da Previdência Social do Estado da Paraíba, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino (PSB), resolveu encerrar a sessão ordinária desta quarta-feira (11). Para o presidente, não havia condições de seguir com a sessão, uma vez que os ânimos dos parlamentares estavam muito exaltados.

O projeto mexe ainda com o plano de custeio e de benefícios do regime próprio de Previdência Social do Estado e altera e acrescenta dispositivos à lei complementar nº 058/2003 e lei nº 7.517/2003 motivo de discordância entre os deputados da base de oposição ao governo.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

A confusão entre os deputados começou logo cedo com a votação do Projeto da Reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça, que ficou suspensa com mais um pedido de vista, desta vez do deputado Wallber Virgolino (Patriota).

Ainda assim, a Mesa Diretora recebeu da bancada governista um pedido de urgência, liderado pelo deputado Ricardo Barbosa (PSB), atropelando o rito processual, que acabou sendo aprovado por 19 votos para que fosse colocada na pauta de votação a matéria.

Paraíba Online • Presidente da ALPB encerra sessão por confusão entre os deputados

Foto: Paraibaonline

O presidente achou por bem retirar de pauta a matéria por não concordar também com algumas alterações.

“Eu vou apresentar aos senhores deputados emendas ao Projeto de Lei porque tem algumas coisas que precisam ser modificadas. Eu como um cidadão que veio lá de Pocinhos e passei por muitas situações difíceis, não vou aceitar a questão da falta da pensão a viúva, caso o servidor morra após dois anos de trabalho. Eu sou contra”, disse.

Galdino vai apresentar ainda outra emenda que baixa o percentual da alíquota de 14% para 11% de desconto da Previdência para quem ganha até um salário mínimo. Ele disse ainda que vai aguardar uma decisão do governo federal sobre a questão de regime diferenciado para os bombeiros e militares.

“Eu vou acompanhar a decisão do governo”, disse.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube