Fechar

logo

Fechar

Operação Lei das Filas autua 215 agências bancárias de João Pessoa

Da Redação com Secom/JP. Publicado em 9 de dezembro de 2019 às 21:12.

Paraíba Online • Operação Lei das Filas autua 215 agências bancárias de João Pessoa

Mais 20 autuações foram emitidas pela fiscalização da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor em continuidade à fiscalização aos bancos durante a primeira semana de dezembro. A Operação Lei das Filas do Procon-JP, que iniciou em abril, já soma 215 autuações.

A fiscalização aos bancos faz ‘acampamento’ nas agências bancárias da Capital nos dias de grande movimentação, a exemplo do pagamento das folhas dos funcionários públicos ativos e inativos. O Procon-JP está verificando o cumprimento das leis municipal 8.744/1998 e da estadual 9.426/2010 que especificamo tempo para atendimento na boca dos caixas.

A lei municipal 8.744/1998 e a estadual 9.426/2010 preveem que o tempo de atendimento nos caixas deve ocorrer em até 20 minutos em dias normais, 30 minutos em dias de pagamento de funcionários públicos, e em 35 minutos em dias atípicos, como véspera e o dia seguinte a feriados.

Missão cumprida – De acordo com o secretário Helton Renê, o número de autuações às agências bancárias vem caindo a cada mês. “O primeiro acampamento dos fiscais do Procon-JP rendeu 96 autuações e, ao longo dos últimos meses o número foi caindo porque muitas agências se adequaram e passaram a cumprir a legislação. É claro que ainda não está 100%, mas estamos cientes de que a missão foi cumprida. Em 2020 tem mais”, afirmou.

Sempre a postos – A Operação Lei das Filas vai aos bancos sempre que ocorre o aumento da clientela, como no mês de agosto quando os fiscais do Procon-JP foram às agências bancárias em duas ocasiões devido ao início do pagamento do PIS/Pasep. “Também fiscalizamos a Lei da Fila sempre que um consumidor nos aciona, o que acontece com certa frequência”, informa o titular do Procon-JP.

Dia e hora – Helton Renê explica que a Secretaria também está lavrando auto de constatação para os consumidores. “O documento emitido pelo Procon-JP registra a hora de chegada do cliente e a hora do atendimento na boca do caixa quando alguma agência não fornece a senha com o horário de chegada e de atendimento. Nosso auto de constatação comprova o tempo de espera na fila”, disse.

Atendimentos do Procon-JP na Capital:
Sede – segunda a sexta-feira: 8h às 14h, na sede situada na Avenida D. Pedro I, nº 473, Tambiá;

MP-Procon – segunda a sexta-feira: 8h às 17h, na sede situada no Parque da Lagoa Sólon de Lucena, nº 300, Centro;

Uninassau: segunda a sexta-feira: das 8h às 17h, no Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Uninassau, na av. Amazonas, 173, Bairro dos Estados;

Telefones: 2107-5925 (Uninassau) e 0800-083-2015.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube