Fechar

logo

Fechar

Operação Calvário: Ex-governador é alvo de prisão preventiva

Da Redação. Publicado em 17 de dezembro de 2019 às 7:34.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

Mais uma fase da Operação Calvário está sendo deflagrada na manhã desta terça-feira, 17, em João Pessoa e em Cabedelo, e um dos alvos de prisão é o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB).

A sétima fase da Calvário, denominada de Juízo Final, está cumprindo 54 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão preventiva, nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Goiânia, Rio de Janeiro e Paraná.

Além de Ricardo Coutinho, as deputadas estaduais Estela Bezerra e Cida Ramos, e a prefeita do município do Conde,  Márcia Lucena, também são alvos da operação.

A Calvário conta com esquipes do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco),  do Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União (CGU), e investiga desvio de recursos públicos destinados aos serviços de saúde no Estado da Paraíba, por meio de fraudes em licitação e em concurso público.

Além disso, também é apurado atos de corrupção e financiamento de campanhas de agentes públicos, bem como o superfaturamento em equipamentos, serviços e medicamentos.

A estimativa é de que o prejuízo aos cofres públicos é de R$ 134,2 milhões, e que, destes recursos, mais de R$ 120 milhões teriam sido destinados para campanhas eleitorais de 2010, 2014 e 2018 dos agentes políticos investigados.

Segundo uma nota da Polícia Federal,  um dos alvos da operação, que ocupou cargo de alto escalão no executivo estadual, encontra-se fora do país e, por este motivo, o nome dele foi incluso na difusão vermelha da Interpol.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube