Fechar

logo

Fechar

Aesa limpa calha do rio Paraíba e garante abastecimento em sete municípios

Secom/PB. Publicado em 17 de dezembro de 2019 às 16:49.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

Sacos de areia, cercas, vegetação excessiva e até poços amazonas. Estes são alguns dos obstáculos que impediam a passagem da água no rio Paraíba no trecho entre as cidades de Itatuba e Itabaiana.

Eles foram retirados pelos técnicos da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) durante o trabalho de limpeza da calha do rio.

O trabalho de desobstrução está sendo realizado para garantir o abastecimento de aproximadamente 100 mil pessoas das cidades de Itabaiana, Juripiranga, Mogeiro, Pilar, São José dos Ramos e Salgado de São Felix.

“A barragem de Acauã libera 500 litros por segundo na calha do rio Paraíba, mas parte desta água não estava chegando para quem mais precisa por conta destes obstáculos. Com a limpeza, o rio já flui normalmente até a barragem de nível de Itabaiana”, informou o gerente Executivo de Operação de Mananciais, João Pedro Chaves da Silva Rodrigues.

O reservatório Acauã, localizado na cidade de Itatuba, comporta 253 milhões de metros cúbicos, mas atualmente está com apenas 9,81% da capacidade.

Dos outros 131 reservatórios monitorados pelo Governo do Estado, 54 estão com mais de 20% do volume total, 45 têm menos de 20% e 34 açudes estão em situação crítica com menos de 5%.

Um açude está sangrando: São José 2, no município de Monteiro.

A lista com a relação completa dos açudes pode ser acessa no portal aesa.pb.gov.br.

Na página também estão disponíveis orientações para retirada de outorgas, atas de trabalho dos comitês de bacias, além da previsão diária do tempo para toda a Paraíba.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube