Fechar

logo

Fechar

Veja o resumo da ação popular que contestou doação da área da Vila Sítio São João

Da Redação. Publicado em 27 de novembro de 2019 às 22:05.

O autor da ação é Rômulo Benício Lucena, tendo constituído como advogados André Motta de Almeida (foto) e Moacir Amorim Mendes.

É argumentado que no local tem sido realizada “uma série de festas privadas”.

“É inimaginável que em plena época de controle pleno dos atos públicos, um gestor passe a patrocinar atos de tamanha cupidez (cobiça)”, sublinha a ação popular.

Argumenta-se que o objetivo da doação “é beneficiar de forma descarada e escancarada a família do líder do governo (vereador João Dantas, PSD) na Câmara Municipal”.

Por fim, em tom igualmente áspero, frisa-se que “às vésperas de deixar o cargo, o prefeito de Campina Grande passa a dilapidar o patrimônio público”.

Os autores anunciam na ação que protocolarão no Ministério Público uma Representação, devido à configuração de crime de improbidade administrativa.

*Com informações da coluna Aparte, assinada no paraibaonline.com.br pelo jornalista Arimatéa Souza

´Anarriê´ judicial

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube