Fechar

logo

Fechar

Procurador: Vila Sítio São João pode fechar as portas sem a doação de terreno

Da Redação. Publicado em 27 de novembro de 2019 às 15:39.

 

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O procurador do município de Campina Grande, José Fernandes Mariz, afirmou que a Prefeitura Municipal de Campina Grande ainda não foi notificada a respeito da liminar que suspende a doação do terreno para a empresa que gerencia a Vila Sítio São João e destacou que acredita que o magistrado que fez o despacho agiu de forma técnica, e possui algum fundamento para tal.

Ele destacou que, após uma análise, será possível dizer se a Prefeitura poderá, ou não, recorrer da decisão.

Mariz declarou, em entrevista à Rádio Panorâmica FM, que o Sítio São João é um integrante importante da cultura nordestina e faz parte do São João de Campina Grande, empregando diversas pessoas e abrindo espaço para que trios de forró e artistas da terra se apresentem.

Ele considerou que, caso o terreno não seja doado, tendo em vista a situação atual do local, a Vila Sítio São João poderá fechar as portas.

– O município de Campina Grande, assim como os magistrados, agem de forma técnica. Olhamos por vários ângulos. Vamos analisar a possibilidade de recorrer ou não da decisão. Não recorrendo da decisão, temos que pensar que o Sítio São João está na UTI e poderá fechar as suas portas e, fechando as suas portas, a gente só lembra do cidadão que vai perder postos de emprego – disse.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube