Fechar

logo

Fechar

Paraíba deve voltar a receber águas da transposição neste mês

Da Redação*. Publicado em 1 de novembro de 2019 às 12:23.

O presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Porfírio Loureiro, durante entrevista à Rádio Campina FM, disse que o bombeamento das águas do rio São Francisco, pelo Eixo Leste, deve chegar à Paraíba entre os dias 15 e 20 de novembro.

Ele ressaltou que o governo do Estado encaminhou ofício ao Ministério do Desenvolvimento Regional há pelo menos 20 dias, pedindo a retomada do bombeamento, já que a barragem de Cacimba estava apta para receber as águas. Desde o mês de fevereiro esta ficou sem receber as águas da transposição, por ter apresentado problemas estruturais.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

– Nossa perspectiva é de que as águas voltem a ser liberadas e cheguem a Monteiro entre os dias 15 e 20 de novembro. Vamos visitar a barragem de Campos em Pernambuco e fazer a medição para saber qual vazão vai ser liberada nesse novo momento – disse.

O presidente ainda ressaltou que, com o atual volume do açude Epitácio Pessoa, o Boqueirão, não há possibilidade de racionamento e nem motivo para alarde. Ele disse que este consegue abastecer Campina Grande e as 18 cidades da região de forma tranquila, já que também, nos próximos meses, o período chuvoso do Cariri deve se iniciar.

Porfírio criticou as ações de alguns deputados que questionam o volume do açude e disse que isso tem causado afastamento de empresas que querem se instalar em Campina Grande.

– Não há nenhuma preocupação quanto ao volume de Boqueirão. O que queremos é que o bombeamento volte a operar para que alimente a calha do Rio Paraíba e se encaminhe para o açude. Temos a garantia das chuvas já no início do próximo ano e também da transposição. Essa questão de racionamento não existe mais para Boqueirão. Não estou entendendo qual o sentido desse alarde. Muitas empresas não vieram ainda para Campina Grande por causa dessa contrainformação. Entendemos o jogo político e que cada um faça a sua parte. A Aesa está fazendo a dela e garantindo a gestão de recursos hídricos com esmero, qualidade e eficiência – disse.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube