Fechar

logo

Fechar

Juízes justificam permanência de armas em fórum alvo de ação criminosa na Paraíba

Da Redação*. Publicado em 28 de novembro de 2019 às 11:05.

Na última segunda-feira, 25, quatro criminosos invadiram o Fórum do município de Alagoa Grande, no Brejo paraibano. De acordo com informações, o juiz e um vigilante chegaram a ser rendidos pelos suspeitos, que fugiram do local levando 61 armas de fogo, logo recuperadas após perseguição policial.

Em entrevista à Rádio CBN, o juiz que atua no município de Alagoa Grande, José Jackson Guimarães, explicou que as armas estavam no fórum da cidade para receber o laudo de eficiência, que identifica se a arma é apta, ou não, para efetuar disparos, e em seguida seriam enviadas para o setor responsável, no Tribunal de Justiça.

O juiz contou também que as armas de fogo estavam em processo de catalogação e iriam ser enviadas em, no máximo, 15 dias. “Já tinha solicitado, inclusive, eu imagino que esse foi um dos motivos que apressou essa ação dos bandidos, porque eles sabiam que essas armas sairiam do fórum rapidamente”, completou.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Jackson (foto) foi questionado, também durante a entrevista, se essa informação referente à transferência das armas chegou até os bandidos.

“Como o fórum é público, circula muita gente, às vezes até alguém inocentemente tenha falado, comentado. Eu não tenho a mínima ideia de quem possa ter repassado essas informações”, disse.

O juiz Rodrigo Marques, auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça, também se posicionou referente ao caso.

De acordo com ele, existe um plano mensal da assessoria militar do Tribunal de Justiça para o recolhimento desse armamento, mas é necessário que o juiz comunique que as armas estão demorando nos cofres dos fóruns, para que haja o deslocamento, pois, ainda segundo ele, o recolhimento tem uma periodicidade máxima de um mês.

“Isso será objeto de apuração. Eu me comuniquei com o coronel Gilberto, que é o chefe da assessoria militar, e ele verificou nas planilhas de solicitação que não havia nenhuma ficha de Alagoa Grande, daí a razão de não ter passado a guarnição do Tribunal de Justiça para recolher essas armas no tempo oportuno”, finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube