Fechar

logo

Fechar

Indicadores apontam que mais de 50% dos paraibanos sofrem com falta de saneamento

Da Redação. Publicado em 13 de novembro de 2019 às 21:33.

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Dados da Síntese de Indicadores Sociais (SIS),que foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que cerca de 53,1% da população paraibana tem restrições referente aos serviços de saneamento básico em suas residências.

Durante entrevista concedida a uma emissora de rádio local nesta quarta-feira (13), a professora e pesquisadora Veruska Brasileiro destacou que o saneamento básico é um direito constitucional dos brasileiros.

– Saneamento básico é um direito constitucional e social. Está incluso no sexto artigo da Constituição, onde tem o direito a saúde e a moradia. Os serviços de saneamento envolvem abastecimento de água potável, coleta, tratamento, disposição de esgoto doméstico, coleta e manejo dos resíduos sólidos urbanos, drenagem e manejo de águas pluviais. De acordo com a Constituição, todos os domicílios brasileiros deveriam ter esses serviços – disse.

Veruska ressaltou que o índice de saneamento do Brasil é menor do que o Equador e Peru.

Como consequência pela falta de saneamento a população pode ficar exposta a adquirir doenças como hepatite A, hepatite E gastroenterites, que é uma inflamação do trato gastrointestinal.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube