Fechar

logo

Fechar

Hospital de Trauma de Campina Grande destaca aumento na demanda de atendimentos

Da Redação*. Publicado em 6 de novembro de 2019 às 10:50.

Em entrevista à rádio Correio FM, a médica e diretora-geral do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, localizado em Campina Grande, no Agreste paraibano, Ingrid Ramalho, esclareceu alguns questionamentos a respeito do aumento na demanda dos atendimentos prestados pela unidade hospitalar.

De acordo com Ingrid, desde janeiro até a presente data, houve uma variação no aumento de atendimentos em torno de 5% a 10%, totalizando uma média de 6% mês a mês.

Ainda de acordo com ela, esse aumento é intensificado também pela complexidade dos pacientes, uma vez que o atendimento é reflexo também de casos mais graves, como acidentes de trânsito, sobretudo, acidentes de motocicleta, que ocupam o primeiro lugar na categoria.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Tudo isso, segundo a médica, repercute no aumento da demanda, da superlotação e, inclusive, no aumento de insumos, consequentemente, na forma que as equipes do Trauma trabalham internamente.

“O que tem nos ajudado a melhorar esse tipo de atendimento, esse alto fluxo, é o projeto que a gente conseguiu através da parceria do Sírio-Libanês, via Ministério da Saúde, que tem nos ajudado, dado consultorias, inclusive, presenciais, para otimizar esse atendimento, mas a gente confessa que a logística tá bem complexa”, completou.

A médica destacou também que com relação ao ano passado, foi necessário solicitar à secretaria estadual um aumento no repasse financeiro em torno de 5%, para que fosse possível gerir melhor a demanda extra.

“O que a gente conseguiu em termos de repasse foi um aumento de R$ 300 mil ao mês nos últimos três repasses. Outra forma de investimento que a gente conseguiu também foi a assinatura, finalmente, do PCP, que é a pactuação entre partes, entre a secretaria municipal e a secretaria estadual. Vai passar, a partir desse mês que está vindo, a computação dos nossos faturamentos, foi oficializado entre as secretarias, e vai haver um repasse para o Estado, e o Estado, consequentemente, deverá repassar para nós”, finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube