Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Secretário justifica não adesão da PB ao modelo de escolas cívico-militares

Da Redação. Publicado em 8 de outubro de 2019 às 21:43.

Foto: Secom/PB

O secretário de Educação do Estado, Aléssio Trindade, contou, nesta terça-feira, 08, o porquê a Paraíba disse “não” ao projeto das escolas cívico-militares, cuja proposta é oriunda do Governo Federal.

Na prática, as escolas cívico-militares propõem uma gestão de escola compartilhada: enquanto os professores cuidam da parte pedagógica, os militares, ficam responsáveis pela administração e disciplina da instituição.

Aléssio contou que, durante o primeiro mês do governo Bolsonaro, em reunião, expôs ao Ministério da Educação, o planejamento pedagógico das escolas paraibanas.

 – Nós apresentamos o nosso planejamento. A gente entende que a educação do país é um sistema de colaboração. Aos estados cabem certas responsabilidades, enquanto que aos municípios outras. Nós trabalhamos da forma mais técnica possível, procurando fazer com que chegue nos estudantes as melhores condições de aprendizagem – explicou o secretário.

Após detalhar a política educacional adotado no Estado, o secretário afirmou que existe uma descontinuidade de projetos, durante a mudança de governos.

– O nosso ensino médio possui uma política muito forte de expansão, das nossas escolas integrais e técnicas. E nós possuímos, também, as nossas escolas em tempo parcial, chamadas de regular. Contamos com uma escola militar no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Em 2015, houve uma descontinuidade do Mais Educação e outros programas. Eu vejo estados parando suas ações, por causa dessas mudanças e nós, na Paraíba, continuamos expandindo – frisou Trindade.

Conforme o secretário, nesse primeiro momento, não será feito a adesão às escolas cívico-militares, mas que o diálogo irá permanecer sobre o assunto. Ele também falou que não existe uma clareza de como vai ser esse projeto do Governo Federal articulado com o Governo do Estado, o que requer mais aprofundamento.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube