Fechar

logo

Fechar

Deputado quer debater com população a destinação de R$ 12 bi no orçamento da Paraíba

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 31 de outubro de 2019 às 12:30.

O presidente da Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária, deputado Wilson Filho (PTB), quer fazer valer um dos objetivos primordiais da Comissão, que é transparência. Ele quer que o povo tenha todas as informações em relação ao orçamento do exercício financeiro de 2020 do Estado, estimado em R$ 12 bilhões.

Conforme o deputado, é  importante que as pessoas entendam como se dá o debate do orçamento, que é sempre feito no ano anterior. “Vamos fazer que as pessoas tenham as informações de como será o orçamento do próximo ano até porque elas fazem previsão de suas vidas em relação a isso. Elas querem saber se vai melhorar a saúde, educação, segurança e vários outros itens”, disse.

Este ano, o debate contará com audiências públicas regionais começando pelos  municípios de Sousa, Campina Grande e João Pessoa. Segundo ele, também haverá audiências temáticas envolvendo assuntos referentes à educação, saúde, segurança e infraestrutura.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

“Vamos apresentar um calendário, que será divulgado na imprensa. Nessas audiências, vamos convidar os secretários das respectivas pastas e entidades correlatas para que a gente possa dar a nossa contribuição. Ou aplaudir as sugestões vindas do governo do Estado, ou fazer qualquer tipo de alteração, que é natural em relação à primeira versão da peça orçamentária”, destacou.

Sobre as emendas impositivas, Wilson Filho ressaltou que os debates estão acontecendo nos bastidores do Parlamento, mas as emendas deverão prevalecer somente em 2021 quando as discussões ocorrerão no próximo ano para a aprovação do projeto na Casa. 

“É importante que essa construção da existência ou não da emenda impositiva aconteça de forma consensual. Não adianta colocar no papel e acontecer como está acontecendo na Prefeitura de João Pessoa, onde o prefeito Cartaxo não respeita as emendas dos vereadores. Portanto, para cumprir a rigor as sugestões dos deputados, nós preferimos construir ao lado do presidente da Assembleia e do governo do Estado como e quando as emendas impositivas podem ser implementas sem prejudicar outros programas já existentes”, salientou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube