Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Saiba a importância do teste da orelhinha para identificar problemas auditivos

Da Redação*. Publicado em 18 de setembro de 2019 às 8:23.

Ainda na maternidade, após o nascimento do bebê, é realizado pelo médico o teste da orelhinha no recém-nascido.

Durante entrevista concedida a uma emissora de rádio local, a médica fonoaudióloga Lavínia Brandão destacou que o objetivo deste exame é identificar possíveis problemas auditivos na criança, que podem ser ocasionados por malformações congênitas, doenças genéticas e doenças infecciosas que atingem as gestantes.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

– O teste da orelhinha pode fazer desde o primeiro dia de nascimento da criança. É um teste não invasivo que vai detectar desde o primeiro dia de nascido se a criança escuta ou se ela não escuta. Falhar no teste, no primeiro momento, não significa necessariamente que a criança não escuta – explicou.

Segundo Lavínia, se houver falhas no teste, existe a possibilidade de ser o líquido proveniente do parto, sendo necessário realizar mais uma vez o exame.

– Depois de 15 dias de nascido repete o teste. Se falhar de novo, encaminha para o médico otorrinolaringologista, repete o exame e, se ainda apresentar a falha, a criança é encaminhada para diagnóstico da perda auditiva – falou.

O exame é indolor e é feito enquanto o bebê está dormindo. É colocado no ouvido da criança um aparelho de Emissões Otoacústicas Evocadas.

O teste é feito gratuitamente em qualquer maternidade.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube