Fechar

logo

Fechar

Presidente da CMCG diz que vereador investigado na ‘Famintos’ deve voltar ao posto

Da Redação. Publicado em 26 de setembro de 2019 às 16:25.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

A presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Ivonete Ludgério (PSD), afirmou, em entrevista concedida à Rádio Caturité, que o vereador Renan Maracajá (PSDC), um dos envolvidos na “Operação Famintos”, deve voltar a exercer a função na Casa no início de outubro.

Renan foi preso na segunda fase da Operação Famintos, suspeito de integrar um grupo criminoso que fraudava licitações para aquisição de merenda escolar em Campina Grande, através de empresas de fachada.

Ele foi solto na semana passada, após um habeas corpus.

Ivonete explicou que a licença do vereador acaba no próximo dia 6, e o Regimento Interno da Casa diz que: uma vez solicitada a licença para problemas pessoais, não é possível retornar antes da data marcada.

“Então, dia 6, ele volta normalmente e assume seu mandato novamente”, frisou.

Por fim, a vereadora concluiu afirmando que não há nenhum empecilho na volta de Renan à Câmara Municipal.

“E da Justiça, eu acredito, que também não, porque, nas normas que foram prescritas para ele, não falam do mandato”, finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube